• Admin

A Gênese Epistemológica


A Ontogonia


O Ontologista  Supremo disse:

-  Que a partir da realidade fundamental do  Meu Ser, façam-se os ônticos!

E os ônticos começaram a existir. E o Ontologista viu que a imensurável multiplicidade, abundantemente heterogênea era boa.( Boa, porque só Ele conseguia compreender a ordem e a beleza na complexidade e no caos aparente). Houve um movimento rotativo em torno do eixo da Terra: foi o primeiro dia.


E Ele ordenou os ônticos epistemologicamente( cada um segundo sua natureza específica), separando Seus  exclusivos objetos do conhecimento daqueles também acessíveis à mente ôntica.

E Ele viu que a acessibilidade e a disponibilização de parte dos conhecimentos era boa. Houve um movimento rotativo em torno do eixo da Terra: foi o segundo dia.


Então o Ontologista disse:

- Faça-se o ôntico humano à minha imagem e semelhança. Que sua ciência domine, parcialmente, os ônticos marinhos, os ônticos celestes e ônticos terrestres. Que suas teorias sejam fecundas e se multipliquem, abrangendo os ônticos marinhos, celestes e terrestre até os invisíveis. Houve um movimento rotativo em torno do eixo da Terra: foi o terceiro dia.


E o Ontologista disse:

- Vejam! Eu entrego a vocês todas as sementes filosóficas e os frutos da episteme para que sirvam de alimento às suas teorias e instrumento investigativo.

Porém, advertiu que o conhecimento absoluto era propriedade inalienável dEle e por isso aqueles que desejassem entender da maneira mais ampla possível a um ôntico, deveriam consutá-lO.

 Então o Ontologista viu que tudo concebido por Ele era muito bom e introduzindo o verbo metafísico( o terror da ciência) Ele abençoou a criação e descansou já no quarto dia.( Ele não é capitalista)


No Seu descanso Ele previu o afastamento de muitos humanos que tentariam entender a realidade fundamental por si só, a despeito de sua advertência. Então ele sorriu... e reza a lenda que esse sorriso teria inspirado um certo Leonardo ao ver uma certa Lisa.


Milênios depois...


Estudantes se debatem, quebram a cabeça uns dos outros e se digladiam para entender a espistemologia ontológica da realidade. ( seja lá o que isso queira dizer, eis a questão).


Quanto ao Ontologista Supremo? Bem, na sua Suprema inteligência sapiencial Ele arranjou um modo de se divertir por toda eternidade ou pelo menos enquanto exista humanidade, no sentido filosófico do termo... 


Mg (num domingo sem o que fazer, fui olhar no dicionário o significado de epistemologia e surgiu a idéia) 


Vocabúlario:


Episteme: 

substantivo feminino

Rubrica: filosofia.

1    na filosofia grega, esp. no platonismo, o conhecimento verdadeiro, de natureza científica, em oposição à opinião infundada ou irrefletida

2    no pensamento de Foucault (1926-1984), o paradigma geral segundo o qual se estruturam, em uma determinada época, os múltiplos saberes científicos, que por esta razão compartilham, a despeito de suas especificidades e diferentes objetos, determinadas formas ou características gerais [O surgimento de uma nova episteme estabelece uma drástica ruptura epistemológica que abole a totalidade dos métodos e pressupostos cognitivos anteriores, o que implica uma concepção fragmentária e não evolucionista da história da ciência.]


Epistemologia:

 substantivo feminino

Rubrica: filosofia.

1    reflexão geral em torno da natureza, etapas e limites do conhecimento humano, esp. nas relações que se estabelecem entre o sujeito indagativo e o objeto inerte, as duas polaridades tradicionais do processo cognitivo; teoria do conhecimento

2    Derivação: frequentemente.

estudo dos postulados, conclusões e métodos dos diferentes ramos do saber científico, ou das teorias e práticas em geral, avaliadas em sua validade cognitiva, ou descritas em suas trajetórias evolutivas, seus paradigmas estruturais ou suas relações com a sociedade e a história; teoria da ciência


Filosofia:

 substantivo feminino

1    Rubrica: filosofia.

amor pela sabedoria, experimentado apenas pelo ser humano consciente de sua própria ignorância [Segundo autores clássicos, sentido original do termo, atribuído ao filósofo grego Pitágoras (sVI a.C.).]

2    Rubrica: filosofia.

no platonismo, investigação da dimensão essencial e ontológica do mundo real, ultrapassando a opinião irrefletida do senso comum que se mantém cativa da realidade empírica e das aparências sensíveis

3    Rubrica: filosofia.

no âmbito das relações com o conhecimento científico, conjunto de princípios teóricos que fundamentam, avaliam e sintetizam as ciências particulares, contribuindo para o desenvolvimento de muitos destes ramos do saber

4    Rubrica: filosofia.

na dimensão metafísica, conjunto de especulações teóricas que compartilham com a religião a busca das verdades primeiras e incondicionadas, tais como as relativas à natureza de Deus, da alma e do universo, mas utilizando procedimentos argumentativos, lógicos e dedutivos

5    Rubrica: filosofia.

no âmbito da relação entre teoria e prática, pensamento inicialmente contemplativo, em que o ser humano busca compreender a si mesmo e a realidade circundante, e que determinará o seu caráter prescritivo ou prático, voltado para a ação concreta e suas consequências éticas, políticas ou psicológicas

6    conjunto das obras filosóficas de um determinado autor; teoria, sistema, doutrina

Ex.: a f. de Aristóteles 

7    pensamento ou obra escrita de conteúdo filosófico

8    conjunto de concepções filosóficas comuns a determinado grupo, época, região etc.

Ex.: f. francesa 

9    Derivação: por extensão de sentido.

razão, sabedoria

Ôntico:

adjetivo

Rubrica: filosofia.

1    relativo ou pertencente ao ser, ao seu estudo ou às suas características

1.1    no heideggerianismo, diz-se do que se relaciona ao ente, o existente múltiplo e concreto, em oposição ao ontológico, que se refere à essência ou natureza geral de cada particularidade existente

Ontogonia:

substantivo feminino

história da produção e formação, na Terra, dos seres organizados


Ontologia:

 substantivo feminino

1    Rubrica: filosofia.

segundo o aristotelismo, parte da filosofia que tem por objeto o estudo das propriedades mais gerais do ser, apartada da infinidade de determinações que, ao qualificá-lo particularmente, ocultam sua natureza plena e integral

2    Rubrica: filosofia.

no heideggerianismo, reflexão a respeito do sentido abrangente do ser, como aquilo que torna possível as múltiplas existências [Opõe-se à tradição metafísica que, em sua orientação teológica, teria transformado o ser em geral num mero ente com atributos divinos.]

3    Rubrica: história da medicina.

doutrina que estuda o ser da doença (esp. o ser das febres), como se a enfermidade existisse em conformidade a um tipo bem definido, a uma essência

1 visualização

Encontre a aNimA AniMuS: Rua Doutor José Peroba, número 349, Empresarial Costa Azul, bairro Stiep, sala 306, próximo a Unifacs - Salvador-Bahia | Whatsapp: 71 9 9407-9033 | Email: mg.amaral@anima77.com | CNPJ: 30.702.102/0001-10 | CEP: 41.770.235 | Info-produtos disponibilizados no ato da compra |   Ver Termos de Uso | Ver Política de Privacidade